Publicação traz as memórias do workshop sobre Turismo Rural realizado pelo IEA, em 2015

6/1/2017

Fonte: divulgação.

 

O Instituto de Economia Agrícola (IEA), uma das seis instituições de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, está lançando a publicação “Turismo Rural, Indicação Geográfica, Gastronomia e Sustentabilidade”. O livro reúne as memórias do workshop de mesmo nome, realizado em setembro de 2015, na sede da Pasta, em São Paulo. O evento apresentou os resultados da pesquisa desenvolvida pelo IEA, em parceria com a Associação Paulista de Turismo Rural (Abraturr-SP), sobre a importância do turismo rural, da gastronomia e do potencial dos produtos regionais para Indicação Geográfica (IG) no contexto do desenvolvimento sustentável.

 

Atualmente, o turismo tornou-se uma alternativa de renda nos espaços rurais do Brasil. A agricultura moderna incorporou multifuncionalidades, assumindo funções de promover lazer, experiências, ações pedagógicas, entre outras. Os produtos oferecidos no turismo rural têm um papel importante neste processo, pois a produção agrícola incorpora história e patrimônio cultural. A IG, por sua vez, mescla qualidades tangíveis e intangíveis, valorizando o produto e os territórios. Estas qualidades têm sido cada vez mais buscadas pela gastronomia, por meio dos chefs, que buscam imprimir às suas atividades uma função social e de sustentabilidade, explica Geni Satiko Sato, pesquisadora da Secretaria de Agricultura que atua no IEA, e uma das organizadoras da publicação.

 

Disponível a princípio somente no formato digital, o livro traz a palavra das duas organizadoras: Geni Satiko Sato e Maria Beatriz de Almeida Prado, presidente da Associação Paulista de Turismo Rural (Abraturr-SP). Na sequência, no capítulo 1 – Turismo Rural e Indicações Geográficas, estão reunidos os artigos considerados mais técnicos discorrendo sobre temas como IG no Brasil e em Portugal, sua importância na proteção do patrimônio cultural e da diversidade e as diferenças entre IG e denominação de origem ou procedência (DOP). O capítulo 2 – Gastronomia e Sustentabilidade traz a experiência de produtores, militantes ambientais e chefs, entre outros com a valorização dos produtos regionais. As imagens de alimentos e produtos rurais disponíveis no livro foram enviadas pelos próprios produtores, o que explica o olhar diferenciado.

 

Para conhecer a publicação na íntegra clique aqui.

 

Por: Nara Guimarães

Mais informações 
Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo 
(11) 5067-0069

 

Publicação original: <http://www.iea.sp.gov.br/out/LerTexto.php?codTexto=14223>

Please reload

Destaques

Encontro da Rede de Cooperação em Corupá

10/02/2017

1/8
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
<